0

CERVEJA ARTESANAL: Tudo o que você precisa saber

CERVEJA ARTESANAL: Tudo o que você precisa saber
4.58 (91.67%) 24 votes

Não há dúvidas de que cada a semana que se passa, a cerveja artesanal está conquistando mais o gosto do público em geral. A cerveja artesanal é incrível principalmente pela variedade de estilos, gostos e ideias que existem. Uma prova disso, é a nossa publicação sobre as cervejas mais diferentes que existem.

Encontrar lugares especializados para comprar cerveja artesanal também está ficando uma tarefa cada vez mais simples. É normal encontrarmos diversas lojas de rua e quiosques de shoppings por exemplo, que vendem os rótulos mais variados que você pode imaginar.

Com esse avanço da onda da cerveja artesanal, é cada vez mais comum encontrar amantes de uma boa cerveja e de harmonização procurando novas cervejas para degustar, ou dar um toque extra na culinária de seus pratos.

Mas mesmo com tantos rótulos por aí, será que você sabe o que realmente é a cerveja artesanal?

Entendendo o que é a cerveja artesanal:

a cerveja artesanal

Doce com Cerveja? - Chef com Cerveja

 

Assim como o nome já diz e ao contrário das grandes marcas de cervejas industrializadas, a cerveja artesanal é aquela cujo seu processo de fabricação é feito de modo mais “caseiro” e tradicional.

Vale lembrar que para uma cerveja ser considerada “artesanal”, ela não precisa necessariamente ter sido produzida no quintal de uma casa. Existem milhares de micro cervejarias que são consideradas produtoras de cerveja artesanal, principalmente pelo cuidado no seu processo de produção em todas as etapas mais simples, desde a seleção de ingredientes até o preparo em si.

Sempre que você ouvir o termo “cerveja artesanal”, você deve pensar que por trás daquele rótulo que você está bebendo, alguém preparou aquele líquido com muito cuidado e com uma atenção muito especial. Algo que não acontece nas indústrias.

Em contrapartida, algumas cervejarias realmente são artesanais, pois utilizam equipamentos amadores e por muitas vezes, rústicos para produzir a cerveja. Esse tipo de cervejaria, muitas vezes não possui um tamanho maior do que a cozinha da sua casa.

Como é feita a cerveja artesanal:

Cerveja Artesanal

 

Também já falamos detalhadamente sobre o processo de produção da cerveja artesanal. De uma forma geral, a produção desse tipo de cerveja passa por algumas etapas principais. Se você está pensando em começar a fazer a sua própria cerveja artesanal, fique ciente que o processo é bem demorado.

Malte

A primeira etapa do processo de produção da cerveja artesanal é triturar o malte. Aqui, a trituração deve ser feita até que as cascas ficarem bem amassadas.

Logo depois, é necessário esquentar aproximadamente 40 litros de água por uma temperatura em torno de 65 graus célsius. A dica é separar os 40 litros em dois caldeirões. Depois de aquecida, todo o conteúdo triturado deve ser despejado em um desses caldeirões e lá, deve ser aquecido novamente por 90 minutos.

Clarificação

Para a clarificação, é necessário despejar o conteúdo que futuramente será a nossa cerveja artesanal do primeiro caldeirão para um outro recipiente, onde a mistura do malte (mosto) será purificada e clarificada.

Ebulição

Logo depois, o mosto é fervido e é nessa etapa que adicionamos o lúpulo na nossa mistura. Vale lembrar que o lúpulo que é o responsável por dar o aroma amargo para a nossa cerveja artesanal. Toda essa nova mistura deve ser fervida por uma hora e depois, resfriada.

Oxigenação

Para a decantação, o mosto deve ir até o fermentador e o lúpulo fica no caldeirão por aproximadamente 15 minutos. Enquanto esse processo ocorre, o mosto passa por um filtro de bactérias para ser oxigenado. Uma dica que usamos para saber se a oxigenação está acontecendo da melhor forma possível, é observar se o líquido forma uma espuma.

Fermentação

Depois de passar pelo filtro e ser devidamente areada, é nessa etapa que o fermento é adicionado na nossa cerveja artesanal. A essa altura, o fermento já deve estar misturado com açúcar e água. Essa mistura deve ser reservada para descanso por aproximadamente 3 dias antes de continuar o processo.

Maturação

Após 3 dias de fermentação, a nossa cerveja artesanal é transferida para o maturador. Nesse balde ela deve ficar em repouso por mais uns 20 dias, até estar pronta para a finalização do processo. Depois desse período, as nossas cervejas artesanais são engarrafadas e recebem o açúcar em calda.

O fim do processo envolve deixar toda essa mistura alguns dias em temperatura ambiente, para que depois elas possam ser levadas para a geladeira para serem consumidas da forma que mais gostamos!

O que diferencia as cervejas artesanais das industrializadas?

Produção de Cerveja Artesanal e Industrial

Não existe uma linha muito definida sobre o que define uma cerveja industrial da cerveja artesanal. Porém, podemos citar algumas distinções principais entre os dois tipos de cerveja.

Ao contrário das grandes cervejarias, as cervejarias artesanais são independentes. Isso é, enquanto as industriais fazem parte de grandes grupos que geralmente são multinacionais, as cervejarias artesanais são pequenas empresas privadas na sua grande maioria.

Outro diferencial dos grupos que produzem a cerveja artesanal, é que esse tipo de cervejaria é muito menor em relação as corporações tradicionais do mercado. As cervejarias industriais são compostas basicamente por 4 grupos que detém 98% do mercado de cervejas do Brasil (3° maior produtor do mundo), enquanto as cervejarias nacionais representam apenas 3% das vendas americanas.

Além do tamanho, a produção e visão da cerveja artesanal também é bem distinta de grandes cervejarias. Nas artesanais, o produto herda a visão dos cervejeiros que costumam deixar o seu perfil e características sensoriais no resultado das cervejas artesanais. Por isso, elas são muito mais elaboradas na produção, e esses mestres costumam acompanhar o processo da produção do começo ao fim. Devido a essas características, é bastante comum que o resultado dentre os lotes de um mesmo rótulo seja diferente. Fato que não ocorre nas cervejarias industriais, que cada lote é meticulosamente idêntico ao outro.

Outro fato que marca as principais diferenças entre a cerveja artesanal e a industrial são os ingredientes. Nas cervejarias industriais, o responsável pela produção tem a liberdade de testar e combinar diversos tipos de ingredientes, diferentes variedades de lúpulos, tipos distintos de leveduras, diversos graus da tosta dos grãos e etc. Muitos desses ingredientes são importados de diferentes países, como França, Alemanha, Austrália, EUA, Nova Zelândia e muitos outros.

Agora que você já conhece as principais diferenças entre a cerveja industrial e a cerveja artesanal, você pode ver um pouco mais sobre as melhores cervejas importadas, a cerveja Deus e a cerveja puro malte. Conheça também o nosso guia de cervejas com tudo o que você precisa saber!

Navegação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *