0

Petrus Aged Pale você precisa provar!

Avalie este post

Se você ainda não conhece a Petrus Aged Pale, você não sabe o que está perdendo!

A bem da verdade é que eu estou te sugerindo a Petrus Aged Pale, por que eu mesmo comprei sem querer, totalmente no impulso e eu não vou deixar que isso aconteça com você.

Mês passado eu fui a Cascavel/Paraná resolver alguns problemas pessoais e passei na Loja do Cervejeiro, aliás, eu passo lá sempre que vou a Cascavel. Fui para comprar um pouco de Malte e o Fabio que é um dos sócios da loja me falou das cervejas da Petrus quando eu já estava no caixa pagando, olhei os rótulos e quando parei na frente da Aged Ale, ele me falou que era muito boa. Acreditei no cara e comprei.

Uma das melhores cervejas que degustei esse ano, sem dúvidas.

Apesar de não serem do mesmo estilo, no primeiro gole me veio a cabeça Duchesse de Bourgogne, outra cerveja incrível.

Doce com Cerveja? - Chef com Cerveja

Quando eu degustei a Petrus Aged Pale eu já estava com o prato pronto, e devo dizer, foi por causa de um ingrediente que seria jogado fora que o jantar ficou simplesmente uma delícia!

Pernil de cordeiro com Petrus Aged Pale

Petrus-aged-pale

Petrus-aged-pale-cordeiro

O que deu o toque especial não aparece na foto, foi o molho que fiz com vinho tinto, um vinho que estava aberto a alguns dias e só serviria realmente para molho, esse foi o toque especial para deixar o jantar incrível e você vai entender agora quando eu começar a falar da cerveja.

Não coloquei para fotografar por que o molho escorreria na tábua e faria uma bagunça geral.

Petrus Aged Pale

cerveja-Petrus-aged-pale

No aroma: Principalmente vinagre, vinho tinto e couro.

No paladar: Bem mais complexo, repetia o que encontrava no aroma, mas com uma acidez bem elevado, muita madeira e nesse caso a sensação que dava não era mais de vinho tinto, mais de vinho branco.

Sugestão sobre a cerveja: Incrível é a palavra que descreve, fiquei degustando lentamente para demorar cada vez mais para acabar.

Vale lembrar que não é realmente uma cerveja para você ficar bebendo o dia todo, mas para degustar e apreciar lentamente vale muito a pena. Recomendo!

Eu não sei se estava tão empolgado com a cerveja que nem senti os 7,3 de álcool, pena que essa garrafa é de 330ml.

Harmonização

Sinceramente ajudou muito ter colocado o vinho tinto na finalização do prato, nos 10 minutos finais de forno, sem esse ingredientes a experiência não seria a mesma, realçou completamente os sabores do pratos e criou uma conexão maravilhosa com a cerveja.

Lembra quando falei que a cerveja tinha um toque avinagrado e lembrava vinhos? Então, todos essas características criaram uma conexão fantástica com o prato.

Além disse a acidez ajudou a cortar a gordura residual do purê que foi feito com manteiga, leite e queijo.

Se você já degustou me fala o que achou, se ainda não degustou, dá um jeito de comprar o quanto antes.

Um abraço.

Até!

Navegação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *