2

Rochefort 10 uma das melhores do mundo por preço de banana.

Avalie este post

Você sabe me dizer qual é a principal diferença entre Vinho e Cerveja?

Na verdade são tantas que fica difícil dizer qual é a principal, mas se colocarmos em algum panorama facilita bastante. Para mim, se não for a principal com certeza a diferença de valores pagos pelos melhores Vinhos e pelas melhores Cervejas do Mundo está entre as principais.

Eu já falei aqui da Cerveja Deus que tem todo um status, principalmente no Brasil, poderosa, garrafa de Champagne  e custa facilmente mais de R$200,00 porém, mesmo assim não está nem de perto das mais caras do mundo.

Em uma outra situação eu fiz uma pesquisa e encontrei o site Top 10 se ficar curioso(a) da uma olhada,  já te adianto que mesmo custando mais de R$200,00 a Deus não aparece nesse ranking onde a Cerveja mais cara do mundo tem um valor de R$ 4.241,00, pesquisando no mesmo TOP 10 encontrei outro ranking com os vinhos mais caros do mundo e segundo o site o vinho mais caro do mundo custa a bagatela de R$ 68.4669. Tá bom para você?

Ai te faço uma pergunta. Você já tomou algum vinho eleito ou considerado, um dos melhores do mundo? Qual era o valor da garrafa?

Doce com Cerveja? - Chef com Cerveja

Degustar uma das melhores Cervejas do mundo é muito mais fácil para um pobre mortal como Eu e veja que eu nem estou falando da Witbier da Baden Baden, estou falando  da Trappístes Rochefort 10, considerada uma das melhores do mundo no seu estilo, para alguns A Melhor. Uma Cerveja  trappist, produzida na Abadia de Notre Dame Saint-Remy (monges trapistas da ordem dos cistercienses). Prestou atenção? Produzidas sob a supervisão de monges, isso não é para qualquer cerveja, muito menos para qualquer vinho, é coisa fina.

Semana passada eu tive o prazer de degustar a Trappístes Rochefort 10 e é sobre ela que vou falar agora.

Cerveja

Trappístes Rochefort 10

trappistes-rochefort-10-garrafa

trappistes-rochefort-10-taça

 

Principais Aromas: Dulçor intenso de malte, álcool leve e um pouco de caramelo.

Principais Paladares: O dulçor é bem mais presente na boca, você sente a presença do álcool na garganta, muita sensação de uvas passa e ameixas.

Pais de Origem: Bélgica

Volume: 330ml

Sugestão de Harmonização: Sem dúvidas uma Cerveja para prato principal ou sobremesa, os 11,3% ABV quase que proíbem essa Cerveja como entrada.

Opinião sobre a Cerveja: 

A Rochefort 10 é uma excelente Cerveja.

Para quem não tem muito contato com Cervejas Artesanais com certeza vai estranhar bastante. Veja, muito doce, muito álcool e Uvas passas. Realmente fica difícil para o cara acostumado a consumir as comerciais da vida aceita logo de cara.

É um tipo de Cerveja super complexa e que conforme a temperatura se eleva vai mostrando novos aromas e sabores.

Uma coisa é fato, como um bom vinho se bebe em situações especiais essa também não é uma Cerveja do dia a dia.

Vale demais experimentar.

 Prato

Costeletas de Cordeiro com Purê de Mandioquinha.

Costeletas-de-Cordeiro-com-pure-de-mandioquinha

 Receita (Serve duas pessoas).

Ingredientes

400g de Costeleta de Cordeiro

230g de Mandioquinha/ batata Bora/ Batata Salsa descascada em cubos.

01 Colher de sopa de margarina

02 Colheres de Creme de Leite

80 ml de leite

Sal a gosto

Pimenta branca moída a gosto

Modo de preparo

Coloque a Mandioquinha para cozinhar em água fervente, é preciso que toda ela esteja embaixo da água para cozinhar por igual, cozinhe até ficar macia e que seja possível de amassar com um garfo, escorra a água, amasse a mandioquinha com um garfo ou amassador de batatas, coloque a manteiga, misture, coloque o creme de leite, misture novamente, coloque aos poucos o leite para acertar textura, caso seja necessário coloque um pouquinho a mais ou a menos de leite, tempere com sal e pimenta e reserve.

Tempere as costelinhas com sal e pimenta e grelhe em uma frigideira de teflon dos dois lados por 3 minutos (cada lado) em fogo bem alto para servir mal passada, se desejar ao ponto, retire da frigideira e leve em forno previamente aquecido em 180ºC e deixe por mais 10 minutos.

Sirva com azeite de ervas.

Harmonização

Trappístes Rochefort 10 com Costeletas de Cordeiro com Purê de Mandioquinha.

trappistes-rochefort-10

Cervejas com sabores complexos como essa pode parecer fácil harmonizar, mas sempre fica uma sensação de que dá para arriscar um pouco mais.

Se você observar as costeletas vai perceber que existe uma fina camada de gordura. Eu não sei se você já reparou nisso, mas a gordura tem um final adocicado e acarne de cordeiro por si só tem um mais mais forte, então aqui ficou uma delícia, mas e com o Purê de Mandioquinha? Primeiro! Você já provou Mandioquinha? Então você sabe que tem um sabor adocicado correto?

Depois desses comentários nem preciso dizer que a experiência foi maravilhosa, muito, uma delícia.

Quando disse logo acima que fiquei com a sensação de arriscar, na verdade estava querendo dizer que com um molho certo a experiência teria ficado melhor, ou não, mas na próxima eu arrisco.

Dica do Chef

Essa vai para quem está iniciando no mundo das Cervejas artesanais. Beba essa cervejas bem devagar e deixe sempre um finalzinho esquentando até chegar próximo da temperatura ambiente, você com certeza vai se espantar com a evolução dos sabores.

Ah, ia esquecendo de comentar, apesar de ser um espetáculo de Cerveja dessa, a Rochefort 10 custa em média R$ 27,00, é praticamente preço de banana, principalmente se comparada ao preço dos melhores vinhos do Brasil e do Mundo.

E você, qual foi a Cerveja que você degustou que está entre as melhores do Mundo? Se você for do vinho compartilhe com a gente também, será um prazer.

Não se esqueça: Coma bem, beba melhor!

Um grande abraço.

Até!

 

Navegação

2 Comentários

  1. Belíssimo texto. Belíssimo harmonização, entendi perfeitamente o que se passou pela sua cabeça (ou não). Cada vez mais, tenho apreciado seu trabalho.

    Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *